sexta-feira, agosto 09, 2013

Um escritor precisa de um escritório?

Escritório: "compartimento ou cômodo de um imóvel destinado à leitura e ao ato de escrever; gabinete".

Eu passei da fase 'quero ser' para a 'sou' um escritor. Ter o primeiro conto publicado não é o que causou esse efeito, mas veio junto. Ser alguma coisa é muito mais um estado de espírito e de crença do que qualquer outra coisa. Sou escritor porque as letras que costuro fazem a minha vida. Então por que eu continuo procrastinando?

De vez em quando me pego pensando que num ambiente melhor eu escreveria de forma mais contínua. Uma sala toda dedicada à escrita e livre das tentações do mundo, um espaço recheado de boas energias num campo lotado de árvores, ou quem sabe uma praia. É possível que seja verdade, que lugares assim tão especiais realmente influenciem o ato de produzir. As distrações, bem sabemos, são cruéis.

Só que tem algo que a gente esquece o tempo inteiro. Bem, eu pelo menos vivo me enredando nesse mesmo probleminha: o tesão de escrever é meu, não do resto do mundo. De levantar, sentar na cadeira e passar horas digitando, rabiscando, pensando em desenvolvimentos para histórias. Nada nem ninguém pode me obrigar a dar continuidade para o meu sonho senão eu mesmo. Ainda assim, arranjo desculpas infinitas para não ir pra frente.

Quando dei o primeiro passo mais firme em direção a 'ser escritor', achei que o serviço estava feito e que dali em diante tudo seria tranquilo. Não, não mesmo! Eu tenho o irritante hábito de jogar contra meus próprios interesses e sonhos. Um hábito assim tão enraizado não desaparece só porque a gente publicou um ou outro texto, ou só porque novamente as pessoas nos reconhecem como escritores. Um hábito assim não morre jamais. A única coisa que podemos fazer é substituí-lo por outro que nos faça feliz.

2 comentários:

João Calos disse...

eu tenho necessidade de escrever. acho a escrita, a literatua a forma mais complexa e profunda de expressão da inteligência e sensibiluidade humana.
só que quando paro pra escrever, quando sinto vontade, isto é, a tal "inspiração" - ela nunca vem na disciplina, organizada no cérebro, para eu poder escrever calmamente... nunca. kkkkkkkkk
cadê que a cabeça facilita quando surge aquilo pra escrever ??
"inspiração" pra mim sempre vem muito desorganizado.quando vou para o pc esrever... some tudo da cabeça. me dá m inexplicável branco! vem em framentos isolados e perdidos. kkkkkkkkk e me sinto sufocado e dessperado, aí desisto.
este é meu drama. kkkkkkk
acho que tenho ansiedade a escrever.

até que percebei recentemente que só sei escrever (muito bem) sob pressão. kkkk é... nas redações de casa, da escola eu percebia que escrevia muito bem pra minha idade, eu acho.


Tales Gubes disse...

Sabe, João Carlos, uma coisa que talvez funcione é tentar escrever mesmo esses fragmentos isolados e perdidos. Tudo bem que a princípio eles não terão coerência entre si, mas ao deixá-los registrados no papel ou no computador tu ganhará espaço para pensar sobre eles de outras maneiras, o que é sempre muito produtivo.

Quando não estou muito certo dos rumos que tenho para o meu texto, saio rabiscando e considerando possibilidades para aquilo que quero dizer ou contar. Costuma me ajudar esse rabisco/esboço inicial. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...